You are here
Central de Áudios Esporte Especializado 

Lutador de Araxá, Blade Júnior é multicampeão nas artes marciais

Ele tem 36 anos de idade e foi campeão no Boxe Evolution, em Jatobá, MG, na
categoria combate de boxe até 75kg, última competição que ele disputou neste ano.
Fotos: Acervo Pessoal Blade Júnior

Boxe, muay thai e kickboxing. Quando se fala dessas lutas, a cidade de Araxá tem um expert multicampeão que se destaca desde os 24 anos de idade. Adalberto Ramos Cardoso Júnior é conhecido no meio da luta como Blade Júnior, tem 36 anos, e já coleciona conquistas na carreira, mesmo sem recurso financeiro, normalmente escasso no país para o incentivo às artes marciais.

Em 2012, ele venceu o Champions Fighter realizado na Expominas, em Araxá. Depois, veio os títulos do Mineiro de Muay Thai Tradicional nos anos de 2017 e 2018. Foi duas vezes medalha de prata no Campeonato Mineiro de KickBoxing em 2017 e 2019, ano também que garantiu mais uma prata no Campeonato Brasileiro dessa modalidade. “Recebi uma carta de agradecimento da Câmara Municipal e do vereador Robson Magela por levar o nome de Araxá a nível nacional”, relembra Blade.

Ele também ganhou um Troféu Moraes de 2016 que faz parte da galeria de conquistas. A última competição de Blade em 2021 foi no último dia 28 de fevereiro, em Jatobá, MG, pelo Boxe Evolution, na categoria combate de boxe até 75 kg. “É um evento que reuniu mais de 150 lutadores de todo o Brasil. Lá tava, por exemplo, o Tiago Michel, tricampeão de kickboxing da WGP (uma liga esportiva profissional para área), e o irmão dele Rafael Spin, quinto melhor do ranking mundial. Fomos lá participar.  A minha luta foi contra o professor Moíses da Silva, árbitro de luta da WGP, da Federação Mineira de Kickboxing. Sair vitorioso com nocaute no primeiro round aos 2 minutos, o quinto melhor nocaute do Boxe Evolution”.

Com o agravamento da pandemia do coronavírus, Blade não teve mais chance de disputar competições sendo que, em Araxá, as academias estão fechadas. Então, a solução foi manter a forma física em casa. Ele conta que colocou um saco de pancadas e pesos para treinar com vídeos orientados pelo professor dele, o venezuelano Ali e e professor Breno da academia Camp Red Khao Kong.

Blade Jr (primeiro da esquerda para direita) no Campeonato de Boxe King em Belo Horizonte

A pandemia acabou também adiando, por enquanto, o Brasileiro de Kickboxing, que seria no Rio de Janeiro. “Estou classificado para essa competição, porém com essa nova variante da Covid-19 ainda está incerto se terá ou não o evento. As cidades estão se fechando novamente. Treinava pesado para participar do Brasileiro e ganhar uma passagem para o Sulamericano. Espero que isso tudo passe para poder fazer o que mais amo: lutar e representar o nome de Araxá nas competições”, conclui Blade Júnior.

Prata no Campeonato Brasileiro de Kickboxing de 2017

Confira o vídeo da última luta de Blade Jr no Boxe Evolution em que foi ouro

Related posts

Leave a Comment