You are here
Futebol Amador 

Gols e muita confusão nas semifinais da Copa Zé Mica

Internacional x Dínamo e Milan x Ferrocarril não foram até o final no campo do Vila.
Fotos: Caio César Aureliano Na Batida do Esporte

O futebol dentro das quatro linhas ficou em segundo plano com as confusões ocorridas nos jogos Internacional x Dínamo e Ferrocarril x Milan neste sábado, 15 de junho, no Estádio Honorízio Pereira Veloso, campo do Vila. Válidos pelas semifinais, os duelos não chegaram ao fim e cenas lamentáveis de agressão foram presenciadas pelos torcedores.

No primeiro jogo do dia, o Dínamo vencia a partida por 2 a 1. O placar foi aberto aos 19 minutos, depois que o Max bateu cruzado para área, o zagueiro Eric desviou e a bola acabou entrando. O árbitro Odair José privilegiou quem bateu por último no lance pelo lado do Dínamo e deu gol para o Max. O Internacional empatou aos 6 minutos do segundo tempo com o atacante Vagner Love convertendo penalidade máxima. Dois minutos depois, novamente gol do Dínamo em jogada pela direita, saiu cruzamento para cabeçada do atacante Bebeto. Como no primeiro gol, a bola desviou no meio do caminho e foi para rede.

Aos 21 minutos, a primeira expulsão do jogo, zagueiro Émerson pelo segundo cartão amarelo e, consequentemente, o vermelho. O árbitro Odair José marcou falta para o Internacional cobrar na defesa. Quando iria ser efetuada a cobrança, Renato Cocada joga a bola mais atrás e isso irritou o Internacional, principalmente o goleiro Railson, que saiu do gol e deu o empurrão. Odair José considerou como ato de agressão e expulsou. A partir daí, uma confusão generalizada se formou no jogo e não teve mais bola rolando.

Sem condições de segurança e nem clima para disputa de uma partida de futebol, Odair José deu o jogo como encerrado e expulsou, além do Railson, Ronaldo e Ostinho Careca, pelo lado do Internacional, e Renato Cocada, Kelvy e Laudelino, do Dínamo. Como a partida foi encerrada antes do 30 minutos do segundo tempo, a ideia da organização da Copa Zé Mica é continuar o jogo no meio da semana sem os atletas expulsos.

Internacional 1×2 Dínamo

Internacional: Railson – expulso; Marcinho, Thiago Piriá, Eric e Wilker; Joilson, Vitinho (Lucas Podolski e Róbson; Vagner Love, Ostinho Careca – expulso depois de ter saído para entrada de Lucas e Valtinho (Ronaldo – expulso). Treinador: Luciano Faria

Dínamo: Germano Macarrão; Laudelino, Émerson – expulso, Jorge e Kelvy; Caio Xaropinho, Igão (Talisson) e Ramon; Xande, Bebeto (Renato Cocada) e Max. Treinador: Augusto Filho

Arbitragem: Odair José, auxiliado por Fabrício Borges e Gilson Olegário. O policiamento foi chamado e Odair relatou tudo que ocorreu.

Ferrocarril x Milan

Depois a bola rolou para o segundo confronto semifinal Ferrocarril x Milan no campo do Vila. Quem abriu o placar foi o Ferrocarril aos 2 minutos do primeiro tempo com Vinicinho chutando de fora da área e encobrindo o goleiro Caju. O Milan empatou aos 11 minutos na cobrança de Juninho Alagoano, bateu fechado para área e Welton, sozinho, desviou fazendo o gol da igualdade, em jogada de irmãos. No primeiro tempo, teve substituição no trio da arbitragem. Aos 32 minutos, o árbitro Enivaldo da Mota sentiu a panturrilha direita e não teve condições físicas para continuar apitando. Célio Eloi, Tilica, que mora perto do campo do Vila, foi convocado e seguiu com a arbitragem do jogo.

No comecinho do segundo tempo, o Milan virou aos 2 minutos, novamente com Welton. Aos 23 minutos, o Ferrocarril empatou com Vinicinho desviando escanteio batido pelo lado direito. Com 2 a 2, o Milan fez uma alteração colocando Juninho Alagoano no gol  tirando Caju, goleiro que começou como titular nesta partida para a entrada do Dênis, se preparando para as penalidades. Aos 44 minutos do segundo tempo, o gol do Milan, no escanteio batido pelo lado esquerdo, Alisson subiu e cabeceou na rede.

Depois do gol, uma confusão que começou nas arquibancadas e invadiu o campo de jogo. Torcedoras de Milan e Ferrocarril iniciaram uma briga que envolveu os atletas do Milan. Eles chegaram até pular o alambrado.  Muita correria, bate-boca e discussão imperaram no jogo e o Tilica, sem segurança, resolveu encerrar o duelo.

Mesmo com 3 a 2 para o Milan, o clube não está garantido na final por conta da postura da maioria dos atletas da equipe, já que grande número de jogadores pode ser eliminado, caso comprove a agressão. O diretor da arbitragem da Liga Araxaense de Desportos, Edvaldo Márcio, afirmou, após os jogos, que os ocorridos serão julgados pela Comissão Disciplinar Desportiva (CDD), da LAD e, atletas citados nas súmulas podem pegar longo gancho para o Amadorão.

Escalações

Ferrocarril: Jean; Marciano, Alexsandro e Ramon; Beto, Marcos, Vinicinho, Breno e Jederson (Cosme); Jô (Paulão) e Amâncio (Flavinho). Treinador: Filipe

Milan: Caju (Dênis); Léo, Jonatan, Alisson e Victor; Lôra (Marciel), Fábio, Juninho Alagoano, Ingo (Henrique); Welton e Lequim. Treinador: Cabeça

Arbitragem: Enivaldo da Mota (Célio Eloi, popular Tilica), auxiliado por José Roberto Chaves e Richard Bessa

Related posts

One thought on “Gols e muita confusão nas semifinais da Copa Zé Mica

Leave a Comment