You are here
Brasil Esporte Especializado 

“Nunca pode desanimar e achar que não é possível”, diz Chocolate, ao correr pela primeira vez a São Silvestre

Aos 58 anos, ele participou da maratona e está emocionado com essa conquista até hoje.
Foto: Acervo Pessoal Chocolate

De usuário de drogas para um grande desportista. Assim resume a história de Rogério, conhecido como Chocolate entre os amigos do trabalho. Amado pela esposa Viviane e pelos filhos Roger (Roginho) e Douglas (Dodô), ele é um novo homem recuperado do vício através da prática esportiva. Ele abandonou as drogas há 23 anos e começou a correr incentivado pela mulher como uma forma de exercitar a mente e, principalmente a alma. Já disputou diversas competições, mas tem uma que ele jamais vai esquecer. No último dia 31 de dezembro, ele correu a São Silvestre, a tradicional maratona que reuniu milhares de atletas de todo o Brasil, e representou Araxá pela equipe Cornelius Academia.

Emocionado até hoje, ele conta à reportagem da Equipe Na Batida do Esporte que é uma sensação diferente correr em uma das avenidas mais famosas do país, a avenida Paulista. “Estou muito feliz e realizado com a classificação de 2424 e o tempo de 1h29min. Gratidão a Deus, minha esposa que me acompanha e meus filhos sendo um meu professor (Dodô). Também agradeço aos outros professores Chineyder, Rodrigo Siqueira e meu conselheiro Willian Udyson, meus amigos atletas da Cornelius, dentre outros”.

Atualmente massagista do Dínamo, Chocolate acrescenta ainda que vai manter o foco para participar de mais competições desse estilo em Araxá e no estado. “Praticar exercício físico traz um benefício tão grande que a saúde agradece. Pratique esporte. Você não vai se arrepender. A gente nunca pode desanimar, achar que não é possível. Com Deus na direção, conseguimos tudo. Sinto muito emocionado de falar”.

Ele reforça a importância do apoio da família e de amigos que acreditaram no potencial dele para participar da Corrida de São Silvestre, a primeira de muitos, garante Chocolate. “A minha mãe de criação que faleceu sempre acreditou em mim. A minha esposa que me pegou praticamente na rua e me deu uma família maravilhosa. Gratidão pelo resto da minha vida ao Dínamo. É para eles essa conquista. O atletismo trouxe um fôlego novo de vida e me fez acreditar que vale a pena tentar o que muitos acham impossível”.

Chocolate correu com o apoio da Associação Esportiva Dínamo Esporte Clube, do Rei da Borracha, da RN Sports e amigos. “Sem eles eu não realizaria esse sonho. É muita bênção para a minha vida”, conclui o atleta.

 

Related posts

Leave a Comment